sexta-feira, 10 de junho de 2011

POEMINHA SENTIMENTAL

O meu amor, o meu amor, Maria
É como um fio telegráfico da estrada
Aonde vêm pousar as andorinhas...
De vez em quando chega uma
E canta
(Não sei se as andorinhas cantam, mas vá lá!)
Canta e vai-se embora
Outra, nem isso,
Mal chega, vai-se embora.
A última que passou
Limitou-se a fazer cocô
No meu pobre fio de vida!
No entanto, Maria, o meu amor é sempre o mesmo:
As andorinhas é que mudam.

3 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo,Leninha! beijos,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Leninha,que beleza de poesia escolheu!Já fui lá na Ana Paula e deixei um beijinho!O blog dela está lindo!Parabéns!Bjs e feliz dia dos namorados!

Cantinho do Neno disse...

Oi Leninha, vim deixar um beijo e desejar uma ótima semana pra ti!!!
Bjs do Neno